2 de ago de 2013

DÚVIDAS

O que fazer
com essa dúvida
que insiste
em rondar
meu coração?
Deixo-a
transformar
em rancor?
Ou ponho logo
as cartas
sobre a mesa,
para acabar
de vez
com essa angústia?
Vem o medo!
Ficar com você,
ou continuar
a nos enganar.
Brincar de se esconder,
ou tentar ser feliz?
Quantas dúvidas!



Ricardo Moncorvo Tonet
Poesia escrita em: 06/08/1992