8 de abr de 2013

SENTIR

Nunca
esperei
nada
do mundo.
Quero
apenas
poder ter
um pouco
de dor.
Assim,
me sentir
vivo.
A alegria,

não espero
do mundo.

RICARDO MONCORVO TONET
18/03/1998
Poesia escrita em Monte Alegre do Sul